Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Vereadores participam de reunião com governo e destacam importância do debate sobre mudança de modal

Da Redação

Os vereadores de Cuiabá participaram de uma reunião com o governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, na manhã desta quinta-feira (22.04). No encontro, os representantes do Executivo estadual fizeram uma apresentação dos relatórios que embasaram a decisão pela troca do VLT (Veículo Leve sobre Trilho) pelo BRT (Ônibus de Trânsito Rápido).

O presidente da Casa de Leis, vereador Juca do Guaraná Filho, reiterou que o Legislativo cuiabano deveria ter sido ouvido no processo de mudança do modal de mobilidade urbana.  Ele lamentou que o encontro tenha ocorrido três meses depois de ter solicitado uma audiência para debater o assunto.

“Não estamos questionando qual é o melhor, se o VLT ou BRT, queremos informações para que possamos ter o convencimento de qual é o melhor para população cuiabana. Nós gostaríamos de ter sido ouvido anteriormente, tanto é que nós pedimos audiência no dia 5 de janeiro e só nos chamaram hoje, 22 de abril”, destacou.

Juca ressaltou que defende a conclusão do VLT e que não saiu convencido de que a mudança pelo BRT tenha sido melhor.

“Hoje é a primeira vez que tivemos a oportunidade de ser ouvidos, antes fomos à Assembleia, o deputado Valdir Barranco foi o primeiro na esfera estadual que chamou os vereadores, os 25 estiveram na audiência devido ao tamanho da importância para os vereadores, para Câmara. Vamos lutar para que a população cuiabana tenha participação nesse processo”, disse.

A vereadora Edna Sampaio (PT) também destacou que a decisão foi tomada sem consultar os que mais serão impactados pela mudança: o usuário do transporte coletivo.

“A questão do VLT já está definida pelo governo e aqui não estou questionando a viabilidade técnica ou não, é a forma. Eu acho que a população, aquela que é usuária do transporte coletivo, precisa ser ouvida. Os estudos técnicos também precisam ser ponderados, mas a população precisa ser consultada”, defendeu.

O vereador Lilo Pinheiro (PDT) comentou que qualquer tipo de decisão que possa refletir na vida do munícipe tem que ter consulta dos legislativos.

“Temos que reconhecer que qualquer tipo de decisão que for refletir diretamente no município de Cuiabá é naturalmente que a Câmara tenha que estar presente para dar seu ponto de vista ou para saber das argumentações utilizadas para aquilo que vai refletir na vida das pessoas que a gente representa”, disse.

Uma nova reunião para discutir a mudança do modal está prevista para acontecer no dia 7 de maio.

Além do governador, participaram do encontro o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o engenheiro da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Rafael Detoni, dos vereadores estiveram presentes Juca do Guaraná Filho, Renivaldo Nascimento, Dr. Luiz Fernando, Paulo Henrique, Professor Mário Nadaf, Lilo Pinheiro, Edna Sampaio, Michelly Alencar, Maysa Leão, Dilemário Alencar, Pastor Jeferson, Demilson Nogueira, Alex Rodrigues e Tenente Coronel Paccola.

Fonte: Assessoria


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário