Foto: Christiano Antonucci

Programa Ser Família Emergencial estendido: serão cinco meses de auxílio

Da Redação

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, anunciou neste sábado (01.05) a ampliação de duração do Ser Família Emergencial para cinco meses. O anúncio foi feito durante a entrega dos cartões do auxílio para famílias de Várzea Grande, que contou com a presença da primeira-dama Virginia Mendes.

A ampliação do tempo de duração da transferência de renda do Ser Família Emergencial foi possível após parceria firmada com o senador Jayme Campos. Inicialmente, foram investidos R$ 45 milhões, sendo R$ 35 milhões do Governo e R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa, pelo período de três meses.

Com a parceria, serão mais R$ 15 milhões em recursos próprios do Estado e outros R$ 15 milhões de emenda parlamentar destinada pelo senador. Com o valor de R$ 30 milhões a mais, as famílias beneficiadas receberão o auxílio emergencial por mais dois meses, totalizando cinco meses de transferência de renda do Governo de Mato Grosso aos beneficiados.

“Dessa forma, beneficiaremos as famílias contempladas pelo Ser Família Emergencial por mais tempo, garantindo a segurança alimentar a essas pessoas que mais passam necessidades”, pontuou o governador.

“Ainda há muita gente passando por dificuldades. E é o momento de nós, os gestores, autoridades, entidades, nos unirmos para ajudar a população. É muito importante esse olhar do Governo, em especial da Dona Virginia, porque o governador é o homem da caneta, mas ela manda 70% e ele 30%, e ela está fazendo um grande trabalho social”, discursou o senador Jayme Campos.

Em Várzea Grande, o benefício irá atender mais de 14 mil famílias, com o valor de R$ 150 reais, que será creditado no cartão a partir do dia 8 de maio. Os beneficiados poderão adquirir exclusivamente alimentos, sendo proibida a aquisição de bebidas alcoólicas, produtos a base de tabaco, cosméticos e combustíveis.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, agradeceu a parceria com o Estado na execução de políticas públicas que garantam melhoria da qualidade de vida da população. “O Ser Família Emergencial irá oferecer um conforto para essas famílias. Estamos também trabalhando, junto com a Assistência Social do Estado, na distribuição de cestas básicas do programa Vem Ser Mais Solidário”, disse.

Acesso ao benefício

O auxílio vai atender famílias de baixa renda que passam dificuldades por conta da pandemia da Covid-19, que recebem até R$ 70 per capita/mês, inscritas no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico).

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) disponibilizou canais de atendimento para informação sobre o programa Ser Família Emergencial. Para saber se têm direito ao auxílio, o interessado pode acessar o site da Setasc, pelo endereço eletrônico www.setasc.mt.gov.br, clicar no banner com o nome do programa e digitar o CPF.

Também foram disponibilizados telefones de contato para o usuário que não tiver acesso a internet: (65) 3613 5774 / 5746 / 5732 / 5711 / 5723 e 5712.

Fonte: Governo de Mato Grosso


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário