Foto: Sindepojuc-MT

Diretoria do Sindepojuc-MT volta a discutir Lei que pretende unificar cargos

Sindepojuc-MT

A diretoria do Sindicato dos Escrivães de Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (Sindepojuc-MT) participou de mais uma importante rodada de discussões em torno da Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil (LONPC), neste fim de semana, em Brasília. O Congresso Extraordinário foi promovido pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis – Cobrapol.

Representando os escrivães mato-grossenses, o presidente do Sindepojuc, Davi Nogueira, o vice-presidente, Juliano Peterson e o diretor-tesoureiro, Osiel Araújo, defenderam a importância do diálogo para que seja aprovado um texto coerente que atenda às demandas da categoria.

Tanto que o evento contou com as presenças das lideranças sindicais de todo Brasil. Dessa forma, a Cobrapol vai elaborar um texto para apresentar à Associação dos Delegados de Polícia do Brasil – Adepol e juntos discutirem possíveis ajustes antes da apresentação ao Ministério da Justiça.

De acordo com Davi Nogueira, chegar ao consenso não será fácil, mesmo que tenham objetivo semelhante de modernizar a Polícia Civil, já que cada estado tem as suas particularidades. “É difícil sintetizar num mesmo texto, por isso é importante manter o diálogo para que haja consenso. “Foram horas e horas de discussão desde a última sexta-feira, encerrando no domingo. Mas, estamos otimistas com o momento importante que vivencia a Polícia Judiciária Civil”, avaliou o presidente.

Em novembro também houve uma rodada de discussões. Agora, segundo Davi, o texto será encaminhado para o setor jurídico da Cobrapol e depois passará pelo crivo das federações, que discutirá com os sindicatos. “Em seguida, será encaminhado à Adepol o texto elaborado com as sugestões de as categorias, para que seja único à PJC e, posterior avaliação do Ministério da Justiça.

“Não temos previsão de quando será concluído, porém há um desejo e a Cobrapol tem atuado para que aconteça o mais rápido possível. Com certeza, temos novos encontros em Brasília”, destaca Davi.

A LONPC normatiza as diretrizes para as PJCs e a Cobrapol tem o interesse da unificação dos cargos de escrivão e investigador. “Esperamos que a soma de esforços resultará num texto coerente para todos os policiais civis brasileiros”, concluiu o presidente.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário