Foto: Christiano Antonucci

Desenvolve MT: governo de Mato Grosso vai manter estrutura

Da Redação

O governador Mauro Mendes decidiu manter de forma definitiva a estrutura da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT), após a comprovação de que ela possui viabilidade econômica e financeira para operar.

A decisão foi oficializada nesta quinta-feira (10) e será publicada em decreto no Diário Oficial. Também assinaram o decreto os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil) e Cesar Miranda (Desenvolvimento Econômico).

“A Desenvolve MT fez o dever de casa e comprovou sua viabilidade financeira. Agora, com todas as ações realizadas pela atual gestão, conseguiu se tornar autossustentável, sem onerar os cofres públicos. Por isso, é uma estrutura que continuará a fazer parte da gestão estadual. A agência demonstrou que colabora para o desenvolvimento do Estado e auxilia diversas cadeias produtivas a empreender, ajudando o Governo de Mato Grosso a gerar emprego, renda e competitividade”, afirmou o governador.

No início do ano passado, o Governo de Mato Grosso recebeu a autorização da Assembleia Legislativa para extinguir a Desenvolve MT, assim como outras sociedades de economia mista, empresas públicas e autarquias.

A Desenvolve MT então recebeu prazo para apresentar um Plano de Viabilidade Econômica, que demonstrasse possuir condições de operar e trazer bons resultados à população. O plano foi apresentado e aprovado pelo Conselho de Administração Extraordinária da agência.

Viabilidade comprovada

Uma das ações do Plano de Viabilidade que levou o Governo de Mato Grosso a decidir pela manutenção da Desenvolve MT foi a readequação da estrutura funcional, com a redução da quantidade de cargos, em uma realidade “alinhada com as diretrizes do Governo Estadual de controle, reavaliação e contenção de despesas”.

Em 2018, a Desenvolve MT possuía 84 empregados e em 2020 esse número foi reduzido para 71. Uma economia de R$ 900 mil ao ano.

Além disso, a agência intensificou as ações de cobrança, conseguindo arrecadar R$ 5,1 milhões em 2019, valor R$ 1,2 milhão superior a 2018.

“Também foram reduzidas as despesas administrativas com estagiários, serviços de terceiros, vigilância e segurança, com uma redução de R$ 323 mil”, consta no relatório.

O Plano de Viabilidade também mostrou a modernização e o planejamento da empresa para conceber linhas de financiamento vantajosas, que fomentam especialmente as pequenas empresas e segmentos que geram grande quantidade de empregos.

Também integram o plano os programas para garantir acesso ao crédito e fomento de negócios aos setores do Turismo, Tecnologia, Indústria, entre outros.

Fonte: Governo de MT


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário