Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

Construção e reformas de escolas em Rondonópolis são retomadas

Da Redação

O governador Mauro Mendes e a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, assinaram nesta sexta-feira (7) a ordem de serviço para a retomada das obras de construção da escola no bairro Jardim Maria Tereza, no município de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá). Orçado em R$ 3,9 milhões, o novo prédio terá capacidade para atender 960 alunos e vai abrigar a Escola Estadual Militar Tiradentes Major PM Ernestino Veríssimo da Silva.

A escola será contemplada com 16 salas de aula, laboratório de informática e biblioteca, cozinha, refeitório, banheiros e vestiários, praça de recreação e urbanização, parte administrativa e quadra poliesportiva coberta, além de receber todo o mobiliário e equipamentos novos.

Conforme o governador, Rondonópolis, assim como outros municípios do Estado, estão passando por grandes transformações na infraestrutura das escolas, todas com o objetivo de melhorar a qualidade da educação.

“Estamos assinando a ordem de serviço dessa obra, que estava parada desde 2013. Sabemos que a infraestrutura é o suporte e a base para que alunos e profissionais tenham as melhores condições possíveis para estar dentro de uma sala de aula e a partir daí desenvolver as nossas técnicas e metodologias de ensino, melhorando a qualidade do ensino. Esse é o nosso grande objetivo”, destacou Mauro Mendes.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, com a construção da nova escola, será possível ampliar o atendimento da escola militar no município. “Hoje, a escola atende 352 alunos e vamos ampliar esse atendimento para 960 alunos”.

O município de Rondonópolis já foi contemplado com outras duas grandes obras da Educação, as reformas das Escolas Estaduais Emanuel Pinheiro e Marechal Dutra que estavam paralisadas e foram retomadas no ano passado.

O governador, acompanhado de secretários, deputados estaduais e vereadores, visitou as duas escolas. Ele conversou com alunos e os profissionais da educação.

Emanuel Pinheiro

A primeira obra retomada em Rondonópolis foi a da reforma geral da EE Emanuel Pinheiro, que já foi finalizada e entregue no mês de dezembro de 2019. Para a realização dessa obra, o Governo investiu recursos na ordem de R$ 924,3 mil.

A Escola, que atende cerca de 450 alunos do ensino fundamental, foi fundada em 1972 e de lá pra cá recebeu apenas reforma do piso. Essa foi a primeira reforma geral que a escola recebeu.

“Esse Governo está tendo um olhar diferente com a educação do Estado e sabemos que é dessa forma que teremos melhores resultados, pois acredito que só se faz educação investindo em educação. Esse é o foco principal”, ressaltou a diretora da Escola Emanuel Pinheiro, Shirley Valuz.

A escola passou por reforma dos banheiros, cozinha, biblioteca e dependências administrativas, incluindo adaptação para pessoa com deficiência; substituição de toda a cobertura, com a troca da estrutura de madeira por armação metálica; substituição da telha de barro por cobertura isotérmica; pintura completa; troca do piso e do azulejo; nova instalação elétrica, com condições de climatização de todas as oito salas de aula. A escola também recebeu troca de todos os mobiliários e equipamentos, incluindo climatização de todas as salas.

 

Marechal Dutra

A reforma da EE Marechal Dutra, que também estava paralisada, foi retomada no mês de agosto de 2019. Para essa obra está sendo investido R$ 3,1 milhões.

A obra inclui a reforma de 18 salas de aula, salas de informática, biblioteca e de articulação, dependência administrativa, ampliação da cozinha, refeitório, vestiário e adequações visando atender a acessibilidade.

Fundada em 1953, a escola atende 725 alunos do 1º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. A última reforma da escola foi em 2006.

 

“Essas duas obras de reformas são de suma importância para o município de Rondonópolis, pois vão dar mais qualidade de vida e atendimento para nossos alunos e profissionais da educação. São escolas referências no município há muitos anos pelo próprio projeto político pedagógico que desenvolvem com a comunidade”, ressaltou a secretária Marioneide Kliemaschewsk.

Fonte: Assessoria


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário