Foto: Reprodução

Condomínios aderem às regras de isolamento e apresentam resultados positivos

Da Redação

O decreto que determina regras de isolamento social para condomínios em Cuiabá já apresenta os primeiros resultados positivos. O prefeito Emanuel Pinheiro declarou estar satisfeito e, apesar de o decreto conter regras para áreas particulares, a aplicação das recomendações do Município tem acontecido sem complicações.

“Estamos satisfeitos que essa medida esteja tendo uma aceitação muito boa. De certa forma, isso até nos surpreendeu. Mas, é importante que continue caminhando bem, com todos fazendo a sua parte e tendo responsabilidade com as medidas de biossegurança. Isso é preparar a cidade como um todo”, relatou o prefeito.

Válido por 45 dias, o decreto nº 7.920 estabelece uma série de ações que podem ser adotadas pela administração de cada condomínio, a fim de conter a aglomeração de pessoas dentro de seus espaços e contribuir no combate à proliferação do contágio do novo coronavírus (Covid-19). Também ficou determinado o uso obrigatório de máscaras pelos condôminos, funcionários, colaboradores, visitantes e prestadores de serviço.

Na Capital, existem aproximadamente 440 condomínios verticais e horizontais. Emanuel Pinheiro destacou ainda que, com o decreto, a intenção do Município não é a de “invadir” propriedades privadas, como foi falsamente propagado em redes sociais, mas sim garantir que, em um momento adverso, o interesse coletivo se sobreponha sobre o individual, assim como é assegurado na Constituição Federal.

“Somos todos uma só Cuiabá e temos que fazer a nossa parte. Quem está dentro dos condomínios pode se infectar e trazer o vírus para fora, da mesma forma que ao contrário também pode acontecer. Então a regra é uma só. Por isso, preparamos um decreto com regras específicas para esses locais, para serem normatizadas dentro de cada uma dessas estruturas pelos seus síndicos e subsíndicos”, justificou.

Pinheiro relatou ainda que a decisão foi tomada após constatar que, dentro dessas estruturas, uma grande parte da população continuava desenvolvendo uma série de atividades como se a cidade não estivesse enfrentado uma pandemia. “Muitas pessoas estavam agindo como se a Covid-19 só existisse do muro para fora. O que queremos é cada um dos síndicos e subsíndicos sejam como o prefeito do condomínio e estabeleçam essas regras em comum acordo com os condôminos”, pontuou Pinheiro.

Confira o Decreto na íntegra:

Fonte: Assessoria


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário