Foto: Reprodução

Comissão ouve secretário de Saúde sobre 1º quadrimestre de 2020

Da Redação

Na tarde desta quarta-feira (01), a Câmara Municipal de Cuiabá realizou a sua segunda audiência pública na modalidade remota. Desta vez, para apresentação do Relatório de Gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) elaborado pela Secretaria de Saúde da Capital, referente ao 1º Quadrimestre de 2020.

O vereador Ricardo Saad (PSDB), presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social do legislativo municipal, conduziu a audiência que teve o propósito de comprovar os dispositivos legais da Lei Complementar Nº 141/2012, que dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios em ações e serviços públicos de saúde.

Representando a Prefeitura de Cuiabá, participaram da audiência pública o Secretário Municipal de Saúde, Luiz Roberto Possas de Carvalho e o Assessor Técnico Ricardo Soares Venero, que ficou responsável pela apresentação do Relatório de Produção do primeiro quadrimestre deste ano, considerando a Rede Assistencial do SUS em Cuiabá. Nesse período, houveram 3.066.285 procedimentos distribuídos entre ambulatorial e hospitalar, na Atenção Primária, na Média e na Alta Complexidade.

O relatório apontou um orçamento no valor de R$ 936 milhões, sendo que destes, R$ 32 milhões referem-se aos recursos destinados pelo governo federal para o combate e enfrentamento à Covid-19 na Capital.

Os vereadores tiveram a oportunidade de dirimir dúvidas e apresentar seus eventuais questionamentos ao titular da pasta da saúde. Dentre as principais perguntas, a destinação dos recursos direcionados ao combate à pandemia do novo Coronavirus, a distribuição do kit covid na rede do SUS e a ausência de medicação nas unidades de saúde.

Na ocasião, o secretário de saúde da Capital também atendeu o requerimento de convocação de autoria do vereador Dilemário Alencar (Podemos), aprovado pelos parlamentares na sessão ordinária da última quinta-feira (25). A iniciativa teve por objetivo obter melhores esclarecimentos sobre as despesas executadas no combate à pandemia da Covid-19, com os recursos recebidos através do Governo Federal e Municipal, além da própria Câmara Municipal de Cuiabá.

Dilemário cobrou informações sobre a aplicação desses recursos na ampliação do número de leitos de UTI em Cuiabá, na aquisição de respiradores mecânicos e de testes para detecção da Covid-19, além de externar as principais reclamações que tem recebido por parte da população cuiabana, tais como a ausência de testagem em massa, número insuficiente de médicos e demais profissionais de saúde na linha de frente, e a qualidade dos equipamentos de proteção individual (EPI) distribuídos na rede pública de saúde.

Fonte: Assessoria


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Deixe um comentário